Atendimento via Telefone  54 3286 - 2869

Entrar



 x 

Fundada em 1986, a Mazzurana Artes Gráficas, é uma das principais empresas do segmento na Região.

O nome Mazzurana é sinônimo de qualidade nos trabalhos gráficos que realiza para inúmeros clientes, mas por trás do conceito de empresa, esconde-se uma história humana de trabalho e sonhos realizados. Fundada em 1986, em Gramado, pelos professores aposentados Luiz e Therezinha Mazzurana com o apoio do filho Pedro, a gráfica alcançou um excelente nível de qualidade e é referência na Região das Hortênsias.

O início foi humilde, no porão da casa da família. Na época, Pedro dividia seu tempo como estagiário em banco e cursava engenharia mecânica em Caxias do Sul. Os pais encaminhavam a aposentadoria, depois de dedicarem vários anos de suas vidas ao ofício de lecionar para crianças e adolescentes de várias escolas de Gramado.

A filha mais velha, Elisa, concluía o curso de comércio exterior, enquanto a mais nova, Mônica, iniciava o de medicina. Os custos para manter os estudos dos filhos começaram a apertar o orçamento.

Antes de ser professor, Luiz havia sido seminarista na década de 1960 e trabalhado na gráfica do Seminário Paulino, em São Paulo. Nascia ali a idéia de montar uma empresa que prestasse serviços gráficos e que também garantisse o futuro da família. Com alguma economia, os Mazzurana reuniram um valor razoável para montar uma pequena empresa com máquinas usadas. Pedro deixou par trás o curso de engenharia e se dedicou totalmente a esse projeto.

- Antes de ingressar no ramo, eu não sabia a diferença entre uma gráfica e uma papelaria, algo comum entre muitas pessoas. Somente quando fui levado por meus pais a uma gráfica é que entendi a razão do ofício e me dei conta que meu futuro estava ali – lembra Pedro, que hoje administra e é proprietário da Mazzurana.

Denominada como Gráfica das Hortênsias, o negócio prosperou acima das expectativas da família. Tanto que um ano depois, os Mazzurana adquiriram uma concorrente e a empresa passou a ser conhecida como Gramadense. Para Pedro, a ótima relação dos pais com a comunidade foi a razão do sucesso do empreendimento.

- Meus pais foram professores durante muitos anos e, os alunos de ontem, são nossos clientes de hoje. Ou seja, o que somos é fruto do bom relacionamento de meus pais com os moradores – exemplifica Pedro.

Esse detalhe obrigou a empresa a mudar de nome mais uma vez, mas por uma causa mais nobre: consolidar o negócio em Gramado. Conforme Pedro, muitos clientes não sabiam que a Gráfica Gramadense pertencia ao Mazzurana, e, às vezes, desistiam de concretizar pedidos porque imaginavam eram outros proprietários.

- Ao colocar o nome Mazzurana, iniciamos um processo de trabalho e dedicação que perdura até hoje – orgulha-se Pedro.

Texto por Nereu de Almeida